24 abril 2007

Slackware + AIGLX + Beryl

Nos ultimos dias venho tentado instalar a dupla AIGLX + Beryl no meu Slackware 11. Esta uma luta feia. Vou explicar o por quê.

Depois que me decidi por instalar definitivamente o Slackware 11, incluindo o KDE, fiquei tentado a instalar o famoso Desktop 3D no Linux, influenciado em grande parte pelas notícias de que o Compiz e o Beryl estão juntando as trouxas, ou melhor, os projetos.

Comecei atualizando o Xorg para a versão 7.1, com os pacotes deste projeto. Isso foi fácil, e o AIGLX já é instalado junto com o Xorg. A dificuldade começou por eu não encontrar um tutorial que me disse exatamente quais são as depêndencias do beryl. Os tutoriais que encontrei divergiam muito sobre quais pacotes deveriam ser instalados, e no site do beryl a documentação era menos explicativa ainda. O geito foi apelar e instalar tudo direto dos fontes, compilando cada um e instalando as dependências que são pedidas. Até agora instalei o dbus, o libXcomposite-0.3.1, o cairo-1.4.4 (no slack 11 vem instalado a versão 1.0.4, se não me engano, então é necessário a instalação da versão mais nova), o pygtk-2.10, o pygobject-2.12.3 e o pycairo-1.4. Dos pacotes do beryl instalei o beryl-core-0.2.1, beryl-manager-0.2.1 e o beryl-plugins-0.2.1. O pygtk é dependência do beryl-settings, que estão tentando compilar no momento em que escrevo esse post, o pygobject e o pycairo são dependências do pygtk.

Como minha conexão é discada (sim, ainda continuo nessa), vai demorar um pouco pra baixar o pygtk, então terminarei esse assunto outro dia (espero que não demore tanto quanto o tempo que levei entre o ultimo post e esse ;-) com a conclusão da instalação do beryl.

Atualização:
Para não criar um novo post bem pequeno, vou aproveitar esse post mesmo.
Antes de instalar o beryl-settings é necessário instalar o beryl-settings-bindings-0.2.1, que pede como dependência o pacote pyrex, que não deu tempo de instalar, então fica para amanhã.

Nenhum comentário: